Tag 15 perguntas fashion

0

tag-15-perguntas-fashion

O desafio de hoje proposto no #DESAFIOBMFASHION foi responder a tag 15 perguntas fashion. Algumas perguntas são capciosas!

Infelizmente o editor de vídeos que uso não está me obedecendo no momento (blogueira da vida real #2) e não conseguirei postar o vídeo da tag 15 perguntas fashion por agora.

Então, resolvi responder resumidamente agora e depois que eu fizer o upload do vídeo, atualizo o post. Espero muito que você assista quando ele ficar pronto, pode ser?

Em meio há vários movimentos e em tempos em que suas respostas podem ser interpretadas de maneira errônea, espero do fundo do meu coração ter conseguido responder a tag 15 perguntas fashion de forma que você ao assistir ao vídeo, possa me compreender.

É o meu ponto de vista atualmente e tudo nesta vida muda! Amanhã posso não ter as mesmas opiniões de hoje e este é o legal da vida! Podermos aprender e mudar o pensamento respeitando nossos princípios, é claro.


Tag 15 perguntas fashion

Perguntas:

  1. Uma peça de roupa indispensável: calça jeans
  2. Qual a pior gafe de moda? Pessoa que não se veste adequadamente a sua idade (dá para ser linda e estilosa em todas as fases da vida, sem querer aparentar ser nova ou velha demais); da fase em que está vivendo: maternidade, ambiente de trabalho, etc.
  3. As cores que mais veste: azul
  4. As cores que menos veste: marrom
  5. Um acessório que te torne estilosa: colar
  6. Você combina maquiagem com a roupa? Não! Nem pensar! Sou super básica, inclusive já fiz um post sobre a maquiagem que uso para o dia.
  7. Segue a moda a risca? Não! São muitas novidades no mercado em função das fast fashions e eu não tenho dinheiro para tanto e também certas tendências não se adequam ao meu estilo.
  8. Roupa favorita do momento: blazer, peça para a vida inteira! <3
  9. Qual a moda que não gosta e qual não aderiu? O cropped
  10. Uma moda que não gostava e depois seguiu: não tenho nenhuma que eu me lembre no momento.
  11. Moda ou estilo preferido: formal – peças em alfaiataria, camisas, blazers.
  12. É favorável que uma garota use salto antes dos 14 anos? Se o salto não causar nenhum malefício a saúde da menina, sim. Mas via de regra, conversaria com ela (minha filha ou sobrinhas com anuência dos meus irmãos) para evitar até sua completa formação.
  13. Qual seu ícone de moda? Coco Chanel! Inclusive a Thais Leão fez um post super completo falando sobre ela, clique aqui para ver.
  14. O que gosta e o que não gosta na moda? O que gosto é a possibilidade da pessoa ser quem ela quiser. Um dia rocker, outro romântica, outro hippie. O que não gosto é a imposição que é feita a população que tem que usar todas as tendências e seguir moldes de corpo, cabelos, etc.
  15. Descreva em algumas palavras o seu estilo: sou eclética, cada dia, um estilo! <3

Se você tem blog ou grava vídeos e deseja responder a tag 15 perguntas fashion, fique à vontade! Se você não faz nenhum dos dois, mas quer responder também, esteja livre para se expressar nos comentários, vai ser um prazer ler suas respostas!

E aí, o que achou das minhas respostas da tag 15 perguntas fashion? Compactua com algum dos meus pensamentos?

Beijos, fique com Deus!

Durante todo o mês de agosto, participarei do BEDA (Blog Every Day in August), ou seja, posts fresquinhos todos os dias para você! Não deixe de conferir! <3

Previous articleLaço na cabeça, roupa ou acessório: ideias inspiradoras
Next articleBrigadeiro de café: doce para reabastecer sua energia!
<p>Evangélica, esposa, advogada e grande entusiasta em descobrir e compartilhar novidades!</p> <p>Desde pequena estive envolvida em meio a tecidos e revistas, pois minha mãe trabalhava em uma loja especializada do ramo. Brinquei de comidinha, casinha, de costurar roupas para minhas bonecas. Brinquei também de queimada, futebol, pique-esconde… talvez por crescer fazendo tantas coisas, veio também meu desejo de falar sobre os mais diversos assuntos.</p> <p>Amante do “Faça Você Mesmo” ou “DIY” desde criança, quando cheguei a época da escolha do curso, quis fazer moda. Mas minha mãe disse que isso não era curso “para gente pobre”, então após diversas conversas com familiares, decidi fazer o curso de Direito.</p> <p>Formei (e amo o meu curso!), mas o desejo e gosto por moda, beleza, variedades e minha vontade em compartilhar informações falou mais alto!</p>

Comenta aí, vai!