TABULE: RECEITA ÁRABE FÁCIL E DELICIOSA

Considero que apreciar comidas de outras culturas é uma forma de viajar sem sair do lugar. Por isto, hoje vamos conferir uma deliciosa receita de tabule!

Capa do post sobre receita de tabule.

O tabule é uma receita típica árabe e facílima de preparar. Você não vai precisar levar nada ao fogo (exceto esquentar água)!

O trigo para quibe ou triguilho é um alimento cheio de fibras que ajuda no bom funcionamento do intestino, comer algo que faz bem é maravilhoso, não é mesmo?

Apesar de seguir a low carb atualmente, me permito às vezes preparar e comer esta receita.

A vida é para ser desfrutada e se tem algo que não gosto de me privar é comer! Afinal, a “boca foi feita pá cumê”, rs.

Vamos aprender a preparar o tabule?


Resultado final da receita de tabule.

Tabule: receita

Ingredientes:

1 xícara de trigo para quibe;

1 tomate picado sem sementes;

½ cebola picada;

Hortelã picada a gosto;

Pimenta síria (ou zathar), limão, azeite e sal a gosto.

 Modo de preparo:

Esquente uma quantidade de água (não precisa ferver) que dê para cobrir o trigo no recipiente.

Troque pelo menos 4 vezes a água do trigo (a primeira com a água quente). Deixe de molho enquanto prepara os demais ingredientes.

No recipiente em que vai servir o tabule, coloque o trigo, os temperos, cebola, tomate e hortelã.

Na hora de servir, tempere com o limão azeite e sal.


Tabule: dicas

  • Caso ache que a receita vai sobrar, tempere só a quantidade que vai comer, é uma forma de preservar por mais tempo;
  • Pode ser adicionado pepino (prefiro o japonês) e alface, fica ótimo!

E aí, você já provou ou preparou o tabule?

Se fizer a receita, me conta nos comentários!

Gosta de cozinhar? Aqui no blog tem várias receitas legais (e fáceis!), é só ir na categoria gastronomia – receitas (é só clicar no link)! 😉

Aguardo você nas redes sociais do blog! Não deixe de seguir o perfil do Instagram, e curtir a fanpage do Facebook!

Beijos, fique com Deus!

2 comentários sobre “TABULE: RECEITA ÁRABE FÁCIL E DELICIOSA

Comenta aí, vai!