Esmalte: Elixir da Beauty Color

0

esmalte-elixir-da-beauty-color-01

Elixir dentre outros significados, tem por definição: algo que encanta… e foi esta sensação que eu tive ao usar o esmalte de hoje, o Elixir da Beauty Color!

A primeira vez que vi o esmalte Elixir da Beauty Color foi em algum perfil do Instagram. Fiquei encantada com o efeito que deu nas unhas da moça e a sua cor… realmente ele faz jus ao nome!

Assim que passei em uma loja de cosméticos e vi o Elixir da Beauty Color, não pensei duas vezes: levei o vidrinho para casa toda saltitante! <3

Desde que eu comprei o Elixir da Beauty Color, já o usei pelo menos umas 3 vezes (o que para uma blogueira que posta sobre esmaltes é relativamente difícil, pois é assunto para post, rs), o que só demonstra o meu amor por este esmalte.

esmalte-elixir-da-beauty-color-02

Esmalte Elixir da Beauty Color

O Elixir da Beauty Color tem uma cor meio indefinida, às vezes parece marrom, outras avermelhado, a cada hora vejo uma cor… tipo o vestido branco/dourado ou preto/azul, sabe? Rs… ele é cintilante na medida certa, que deu um toque todo especial a cor.

Para o efeito que você vê na foto, passei uma camada de base fortalecedora, duas demãos do Elixir da Beauty Color e uma última camada de extra brilho. Fiz as unhas hoje cedo, então no próximo post sobre esmalte eu conto o resultado!


Durabilidade do esmalte Cinza Incerto! da Risqué

Fiz as unhas em uma quarta-feira a noite, na sexta lascou algumas pontas das unhas, mas fui tirar somente na terça-feira! Aí eu gosto muito! 😉

Minha opinião: amei! Assim como o esmalte Maça do Amor da Risqué, o Cinza Incerto! se comportou muito bem e só reforça a minha ideia de que esmaltes hipoalergênicos duram mais nas unhas!


E aí, gostou do esmalte de hoje?

Beijos, fique com Deus!

Previous articleBlazer capa ou cape blazer: nova tendência no ar
Next articleBrigadeiro de parmesão
<p>Evangélica, esposa, advogada e grande entusiasta em descobrir e compartilhar novidades!</p> <p>Desde pequena estive envolvida em meio a tecidos e revistas, pois minha mãe trabalhava em uma loja especializada do ramo. Brinquei de comidinha, casinha, de costurar roupas para minhas bonecas. Brinquei também de queimada, futebol, pique-esconde… talvez por crescer fazendo tantas coisas, veio também meu desejo de falar sobre os mais diversos assuntos.</p> <p>Amante do “Faça Você Mesmo” ou “DIY” desde criança, quando cheguei a época da escolha do curso, quis fazer moda. Mas minha mãe disse que isso não era curso “para gente pobre”, então após diversas conversas com familiares, decidi fazer o curso de Direito.</p> <p>Formei (e amo o meu curso!), mas o desejo e gosto por moda, beleza, variedades e minha vontade em compartilhar informações falou mais alto!</p>

Comenta aí, vai!